RM4 - fisio pilates

NOTÍCIAS
Pilates para adolescentes: conheça os benefícios 16/10/2013

Na adolescência, os jovens estão mais suscetíveis às situações de risco para a coluna. Com a prática, os resultados são duradouros e fortalecem também os órgãos internos.


O Pilates, técnica conhecida como prevenção e tratamento da coluna vertebral, agrega as teorias de controle motor e técnicas de conscientização corporal. Sendo assim, o método foi criado por Joseph H. Pilates durante a década de 20 o fortalecimento e alongamento dos músculos, aumentando a mobilidade das articulações com movimentos realizados sem pressa e com controle.


Tem como base diversas técnicas para controle motoro, entre elas Rolfing, Feldenkrais, Power Yoga, Fisioball, Gyrokinesis e é aliado indispensável para alinhamento da postura, além de tonificar o corpo e torná-lo saudável, forte, e consequentemente, bonito.


Pilates para jovens


Nos dias de hoje costumamos presenciar os adolescentes permanecerem por horas na frente do computador muitas vezes em uma postura incorreta, ou na frente da TV ou videogame, sem realizar nenhuma atividade física. Com isso, grande parte dos jovens acaba tendo problemas posturais, dores nas articulações e redução da flexibilidade.


É ai, que entra o Pilates. No método, os exercícios são suaves, porém trazem grandes resultados e não há desgate físico, por isso é recomendado aos adolescentes tanto para auxiliar nos desajustes posturais, desequilíbrios musculares e no período de crescimento rápido característico nessa fase.


Na adolescência, os jovens estão mais suscetíveis às situações de risco para a coluna, principalmente aquelas referentes à utilização de mochilas e postura inadequada, com a prática, os resultados são duradouros e não só fortalecem os músculos, como também os órgãos internos. Além da mobilidade e correção da postura, ele facilita a drenagem linfática e estimula o sistema circulatório, além de muitos outros.


O Pilates nesse período atua como um importante aliado prevenindo e estruturando a postura, evitando escolioses e cifose muito corriqueiras nessa etapa.


Os principais benefícios são:


- Consciência Corporal; Fortalecimento Muscular;
- Melhora o alongamento; Aumenta a flexibilidade;
- Melhora a coordenação; Estimula a coordenação motora.


Os resultados desses benefícios são jovens mais preparados para enfrentar os desafios típicos da idade com mais equilíbrio, menos dores e maior consciência sobre o próprio corpo, quanto mais cedo se inicia o trabalho com a musculatura e correção da postura, maiores serão as perspectivas e as melhorias na qualidade de vida.


Mas, vale lembrar: O Pilates deve ser aplicado por profissionais, pois somente com a correta utilização e aplicação e com o completo conhecimento dos mecanismos funcionais do corpo é que a prática do método resultará nos seus diversos benefícios.


Por Universidade Gama Filho
Fonte: Portal Educação Física - http://physiopilates.com/artigos-interessantes/noticias/artigos-interessantes

 

Benefícios do pilates no tratamento e prevenção do diabetes 07/10/2013

Segundo a Associação Brasileira de Diabetes, o Brasil possui atualmente 12 milhões de diabéticos, uma desordem da digestão que produz glicose a partir dos carboidratos absorvidos pelo corpo.

 

— O pilates é indicado em casos como esses por ser uma forma de condicionamento físico e reabilitação capaz de proporcionar bem-estar e equilíbrio entre o corpo e a mente, o que ajuda a baixar o nível de estresse, uma vez que os altos níveis dos hormônios provenientes da tensão aumentam o nível de açúcar no sangue — explica Antonio Claudio Fretz, instrutor e especialista em pilates.

 

A atividade, quando complementada por uma dieta adequada, assegura uma melhora significativa na qualidade de vida do diabético. Isso porque seguindo as orientações ele terá uma melhor utilização da glicose pelos músculos alongados, uma vez que a doença afeta tendões, circulação e a sensibilidade.

 

— O exercício ainda reduz os riscos de problemas no coração, um dos sintomas frequentes entre pessoas que sofrem de diabetes. A prática também melhora a circulação arterial, prevenindo problemas cardíacos, a função intestinal, a circulação nos membros inferiores, eleva o bom colesterol, mantém os ossos fortes, aumenta a energia e ajuda a manter a estabilidade emocional — completa Fretz.

 

O pilates tem sido utilizado como meio preventivo nos casos onde há predisposição para diabetes, como pessoas obesas ou com pressão alta, por exemplo.

 

— Com ganho de massa e alongamento muscular, ocorre uma melhora da absorção da glicose pelos músculos e a diminuição da hiperglicemia. Resulta também no aumento da massa magra que auxilia no controle do peso, ponto importante para a qualidade de vida do diabético — finaliza o instrutor de pilates.

 

Fonte: http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/vida-e-estilo/bem-estar/noticia/2013/01/atente-para-os-beneficios-do-pilates-no-tratamento-e-prevencao-do-diabetes-4026885.html

 

Os Benefícios do Pilates na Terceira Idade 01/10/2013

“A velhice não é um fato estático; é o resultado e o prolongamento de um processo. Em que consiste este processo? Em outras palavras, o que é envelhecer? Esta ideia está ligada à ideia de mudança. Mas a vida do embrião, do recém-nascido, da criança, é uma mudança contínua. Caberia concluir daí,como fizeram alguns,que nossa existência é uma morte lenta? É evidente que não. Semelhante paradoxo desconhece a verdade essencial da vida: ela é um sistema instável no qual se perde e se reconquista o equilíbrio a cada instante; a inércia é que é o sinônimo de morte. A lei da vida é mudar.”

Simone de Beauvoir. A Velhice. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1990. p. 17.

 

De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde) em seu documento “Envelhecimento ativo: Uma política de saúde”, uma atividade física regular e moderada reduz o risco de morte por problemas cardíacos em 20 a 25% em pessoas com doença do coração diagnosticada, além de reduzir substancialmente a gravidade de deficiências associadas à cardiopatia e outras doenças crônicas.

 

O Método Pilates estaria enquadrado neste contexto para prevenção primária, secundária e terciária da saúde. (Pré-doença, Doença latente e Doença sintomática).

 

São muitos os benefícios proporcionados pelo Pilates aos idosos: aumento de força, maior controle muscular, integração corpo e mente, melhora da capacidade respiratória, aumento da flexibilidade, fortalecimento muscular, correção da postura, reestruturação do corpo, prevenção de lesões, aumento da consciência corporal, aumento da auto-estima e alívio de dores musculares .

 

O aumento do equilíbrio corporal também é um grande avanço, já que o idoso tem seu equilíbrio comprometido devido à idade. O Pilates é um trabalho aplicado com uma grande margem de segurança, não cansa e não causa dores musculares posteriores, como é o caso da ginástica convencional.

 

POSTURA

A postura incorreta obstrui a respiração, tensiona os músculos e ligamentos e pode afetar adversamente as articulações da coluna, propensas a artrite, artrose e dor generalizada, além de diminuir a auto-confiança.

 

As alterações de postura do idoso são: cifose constituída pela cifose dorsal e cervical – a cabeça é projetada para frente e os ombros ficam cronicamente curvados, repuxando apenas os músculos do pescoço; diminuição da curvatura lombar; aumento do ângulo de flexão do joelho e deslocamento da articulação coxofemoral para trás e a inclinação do tronco para frente.

 

A rigidez articular e muscular que se instalam nos idosos será trabalhada através dos exercícios do método Pilates, assim como a tensão em trapézios e paravertebrais que em conjunto com a “casa de força” levará a uma postura mais alongada.

 

Vários músculos do sistema respiratório estão inseridos nas vértebras lombares e cervicais e nas costelas influenciando a postura. O diafragma é um músculo respiratório que separa o tórax do abdômen. Quando a “casa de força” nos exercícios do método Pilates é acionada através da respiração, o diafragma é trabalhado levando inclusive a um relaxamento e gerando uma postura correta.

 

FLEXIBILIDADE

Nos exercícios de Pilates os alongamentos são estimulados sempre, levando a uma maior flexibilidade do corpo. Com o envelhecimento, torna-se maior o número de ligações de colágeno intra e intermolecular, o que dificulta o “deslizamento” das proteínas. O tecido fica mais rígido, menos elástico e mais propenso a lesões. Com o envelhecimento, um estilo de vida pouco ativo e as doenças neuromusculares o tecido colágeno diminue de quantidade e tamanho. Conseqüentemente, o tecido muscular se enfraquece e a elastina aumenta proporcionalmente. Dessa forma, o tecido combina a elasticidade com a fraqueza.

 

Sabe-se que exercícios de alongamento estimulam a renovação de colágeno para suportar maior estresse.

 

Articulações mal alinhadas e frouxas facilitam a instalação de lesões e osteoartroses nos idosos.

 

O idoso consegue eliminar a rigidez da osteoartrose e grande parte da dor mediante a pratica contínua de exercícios de Pilates, ativando assim a circulação e diminuindo os espasmos musculares.

 

É importante para o idoso manter índices de flexibilidade, porque com isso consegue-se interromper a redução natural da flexibilidade. Assim os efeitos dos exercícios de alongamento são positivos independentes do aumento da flexibilidade.

 

OSTEOPOROSE

Na osteoporose há muita fragilidade do esqueleto e maior suscetibilidade à fratura após pequenos traumas, além de dores nas costas devido a contraturas musculares ou por microfraturas e deformidade da coluna com diminuição da altura da pessoa. Geralmente o fêmur e a coluna são as mais acometidas.

 

Nos exercícios de Pilates trabalha-se com exercícios de fortalecimento dos músculos envolvidos com estas estruturas e de extensão da coluna visando melhora da força muscular, condicionamento físico e coordenação.

 

Fonte: www.ayelenblanco.com.brwww.abpilates.com.br

 

Porque fazer Pilates? 17/02/2012

Milhares de pessoas no mundo todo usufruíram ou usufruem da técnica que proporciona condicionamento ao corpo, revitaliza, melhora a força, a flexibilidade, a resistência muscular, ajuda a alinhar a postura, trabalha intensamente a concentração e a respiração.

 

Mas, além disso, ele ainda favorece o alívio do stress, otimiza o desempenho esportivo, colabora na melhoria do desempenho sPilates - Porque fazerexual. Em resumo o pilates une o condicionamento físico e mental, é mais que uma ginástica, o pilates é uma questão de qualidade de vida.

 

Para atingir os benefícios e ter uma melhor eficácia na série de atividades, essa técnica utiliza seis princípios: concentração, respiração, alinhamento, controle de centro, eficiência e fluência de movimento.

 

O pilates é uma opção a mais para as pessoas se cansaram das academias, e sentem necessidade de buscar algo mais harmônico e menos invasivo. A pratica do pilates é recomendável para crianças a partir de 9 anos, sem idade máxima limite. Tantas vantagens se devem ao fato de ser uma atividade que se adapta às características de cada um.

 

O ideal é praticar o PILATES com a freqüência mínima de 2 vezes por semana, as aulas duram em média 60 minutos são personalizadas, e buscando trabalhar o corpo de acordo com suas fraquezas, desequilíbrios e necessidades particulares.

 

Os equipamentos são constituídos de molas que podem tanto ajudar no movimento como oferecer resistência a ele. Todos os exercícios são associados à respiração e à contração do abdômen e períneo. Ao invés de realizar várias repetições, o método Pilates requer que os exercícios sejam feitos com menos repetições e com movimentos precisos.

 

Fonte: http://www.abpilates.com.br/site/noticias.asp?idNoticia=523

Pilates é cada vez mais utilizado pela medicina para evitar e combater dores. 17/01/2012

O Pilates oferece resultados tão eficientes que têm chamado cada vez mais a atenção dos médicos.

 

Estudos demonstram que o Pilates é eficiente na redução de dores, especialmente lombar e também dores provocados pela fibromialgia. Um desses estudos foi realizado pelo Departamento de Medicina do Esporte e Reabilitação do Instituto Ortopédico Gaetano Pini, na Itália.

 

Além do alongamento e do equilíbrio postural, o Pilates faz um trabalho de fortalecimento muscular muito positivo, pois ajuda na sustentação da coluna.

 

A prática do Pilates passa pelo equilíbrio e quando as cadeias musculares estão em equilíbrio, há redução de dor.

 

Os exercícios precisam ser elaborados para atender aos variados quadros clínicos dos pacientes. Por isso, a coordenação de médicos é essencial.

 

O Pilates vem sendo usado inclusive por pessoas que têm câncer. No prestigiado M. D. Anderson Cancer Center, também nos Estados Unidos, o Pilates está na ordem do dia, para pacientes com câncer de mama e na reabilitaçãode pessoas com problemas músculo-esqueléticos. Pacientes com doenças neurológicas, como Parkinson, também utilizam a técnica. “Os exercícios de Pilates estimula a habilidade de concentração. E reduz o estresse”. Hospitais do Brasil também já utilizam o Pilates, como o conceituado Albert Einstein, em São Paulo.

 

O Pilates é uma atividade física completa e é amplamente recomendada para todos. Não há dúvidas, no entanto, de que a atividade pode fazer toda a diferença no tratamento de dores músculo-esqueléticas ou patologias como a fibromialgia.

 

Esse é o nosso foco: a promoção da saúde e a busca por uma melhor qualidade de vida.

 

Fonte: www.creb.com.br

 

 

 

 

 

Se aceite da forma que você é.
Joseph H. Pilates